Posts Recentes

Sigam-me, os bons!

domingo, 23 de junho de 2013

Evangelização: Tema: Evolução Espiritual




                    Lar Espírita Esperança 

Tema: Evolução Espiritual  - Cairbar  Schutel, o bandeirante do espiritismo
Evoluir é mudar para melhor. Evolução é sinônimo de progresso, de transformação positiva.
 E = E + E + T + P -  EVOLUÇÃO = ESTUDO + ESFORÇO + TRABALHO + PERSEVERANÇA
.
         Evangelizadoras: Carmen e Drucila

Objetivo: Compreender evolução espiritual pela obra de cada um; Reconhecer pela biografia de Cairbar Schutel exemplo de evolução pelas obras de cada um; 
Conceituar evolução espiritual e dizer como ela se processa.

Desenvolvimento: “A evolução é uma lei à qual não se pode fugir. É marcha para o progresso que cada um é compelido a realizar, através do esforço, do trabalho, da perseverança e do otimismo, no combate às imperfeições, em busca das virtudes e com o concurso das vidas sucessivas. A evolução espiritual é contínua, não regride nunca,
mas pode ser retardada em seu processamento se não se aproveitar bem a oportunidade que Deus concede ao Espírito reencarnante.”  “Os Espíritos podem conservar-se estacionários, mas não retrogradam. Em caso de estacionamento, a punição deles consiste em não avançarem, em recomeçarem, no meio conveniente à sua natureza,
as existências mal empregadas.”Da purificação do Espírito decorre o aperfeiçoamento moral, para os seres que eles constituem quando encarnados. As paixões animais se enfraquecem e o egoísmo cede lugar ao sentimento da fraternidade.
 ESTUDO: analisar nossas atitudes para ver como podemos mudar;
ESFORÇO E PERSISTÊNCIA: é preciso esforçar-se para ser uma pessoa melhor, mais caridosa, mais fraterna. A mudança não ocorre de um dia para outro; ninguém diz: "agora tenho paciência" e passa a sempre ter paciência; é preciso esforçar-se para, a cada situação, ser paciente, até que tenha realmente desenvolvido a virtude da paciência. Não se pode desistir, é necessário perseverar, continuar tentando, dedicar-se a mudar;
TRABALHO: trabalhar-se internamente, vigiando as atitudes para ser alguém que toma as decisões certas, é educado, gentil, faz o bem, respeita os outros; é um trabalho interno de melhora, onde a pessoa, por meio do seu esforço, se torna melhor.


Biografia de Cairbar de Souza Schutel (Rio de Janeiro22 de setembro de 1868 - Matão30 de janeiro de 1938) foi um divulgador espírita e político brasileiro.
Foi o primeiro intendente (cargo equivalente ao atual prefeito) de Matão, cargo que exerceu de março a outubro de 1899, e, depois, de 18 de agosto a 15 de outubro de 1900.
Juventude e atividade político
Filho de Antero de Souza Schutel e de sua esposa, Rita Tavares Schutel, aos sete anos de idade, por vontade própria, aceita ser batizado na Igreja Católica (1875).
No ano de 1878 perdeu o pai (24 de abril), nasceu o irmão, Antero (12 de setembro), que viveria apenas quatro anos, e poucos dias depois perdeu a mãe, de febre puerperal (24 de setembro). Com a morte da mãe, as crianças vão viver com o avô paterno, Dr. Henrique Schutel, no Rio de Janeiro. Cairbar começa a freqüentar o Colégio Pedro II, onde cursou até ao segundo ano.Em 1880 abandonou o colégio e empregou-se em uma farmácia da rua 1 de Março (a Casa Granado?), como aprendiz. Ali se especializou como farmacêutico prático, adquirindo conhecimentos da manipulação de xaropes, poções e essências, e na nomenclatura dos medicamentos.
Em 1895 um surto de febre amarela grassou em Araraquara. Como prático de farmácia, atuou no combate à moléstia. Nesse mesmo ano mudou-se, provavelmente para Itápolis.
Militância espírita 
Insatisfeito com as explicações do padre local para os seus constantes sonhos com os falecidos pais, em 1904 passou a frequentar sessões de tiptologia com a trípode (pequena mesa com três pés). Nestas sessões espíritas, conclui que a vida continuava além-túmulo, passando a estudar e vindo a abraçar a doutrina espírita, dela se tornando um dos maiores propagandistas. É conhecido ainda hoje, entre os espíritas, como o Bandeirante do Espiritismo, devido ao empenho com que se dedicou à divulgação do Espiritismo ao longo de sua vida.
15 de julho de 1905 fundou o "Grupo Espírita Amantes da Pobreza" (atual Centro Espírita O Clarim). No mês seguinte, fundou o jornal espírita "O Clarim" (15 de agosto), em formato pequeno, que logo se ampliou, atingindo, no século XXI, a tiragem de 10.000 exemplares. Neste período, manteve viva polêmica com o padre João Batista Van Esse, que quase terminou em tragédia, não fosse a intervenção de um advogado, aborrecido com o barulho provocado pelo clérigo e seus apoiantes. No final desse mês desposou Maria Elvira da Silva Schutel (31 de agosto).
Em 1912, já conhecido como o "Pai dos Pobres de Matão", fundou um pequeno hospital de caridade, para atender aos doentes pobres. Dois anos mais tarde, em 1914, começou a visitar os presos na Cadeia Pública de Matão, onde era chamado sempre que algum detento era acometido de surto psicótico. Dentro dessa linha de atividades, em 1917 estendeu as visitas aos detidos na Cadeia de Araraquara, onde proferia palestras.
15 de fevereiro de 1925, fundou com o auxílio moral e material do amigo Luiz Carlos de Oliveira Borges a RIE - Revista Internacional de Espiritismo, publicação mensal dedicada aos estudos dos fenômenos anímicos e espíritas.
No período de 19 de agosto de 1936 a 2 de maio de 1937 profere, aos domingos, as conhecidas quinze "Conferências Radiofônicas", através da Rádio Cultura PRD—4, de Araraquara, publicadas em livro no mês de setembro de 1937.
Após curta enfermidade, tendo falecido vítima de um aneurisma cerebral às 16:15, na mesma noite, através do médium Urbano de Assis Xavier, comunicou-se e sugeriu a seguinte frase para a lápide em seu túmulo: "Vivi, vivo e viverei porque sou imortal".
Obra literária: As obras de Cairbar Schutel foram todas editadas pela Casa Editora O Clarim, por ele fundada:
·         Espiritismo e Protestantismo - setembro de 1911
·         Histeria e Fenômenos Psíquicos - dezembro de 1911
·         O Diabo e a Igreja - dezembro de 1914
·         Espiritismo para crianças - 1918
·         Interpretação sintética do apocalipse - 1918
·         Médiuns e Mediunidades - agosto de 1923
·         Gênese da Alma - setembro de 1924
·         Materialismo e Espiritismo - dezembro de 1925
·         Fatos Espíritas e as Forças X... - maio de 1926
·         Parábolas e Ensinos de Jesus - janeiro de 1928
·         O Espírito do Cristianismo - fevereiro de 1930
·         A Vida no Outro Mundo - outubro de 1932
·         Vida e Atos dos Apóstolos - fevereiro de 1933
·         Preces espíritas - 1936
·         Conferências Radiofônicas - setembro de 1937
·         O Batismo - 1986
AVALIAÇÃO: Como evoluir? Distribuir a cada criança o desenho de um coração, a fim de que eles escrevam em um dos lados uma qualidade que eles possuem e no outro lado uma atitude que eles desejam melhorar ou uma virtude que eles queiram conquistar (evolução espiritual). Solicitar que as crianças se desenhem andando de skate e escrevam a fórmula da evolução. Exemplo de o desenho de uma criança.



E = E + E + T + P


         Os olhos de Rodrigo brilharam quando ele viu o presente enviado por sua tia: um skate.

         Pegou o skate, pôs um pé e ... caiu. Percebeu então, que ao lado do skate havia um capacete, joelheiras, cotoveleiras e um envelope. Colocou o equipamento de proteção e descobriu que no envelope havia uma carta de sua tia. Nela a tia parabenizava o sobrinho pelo aniversário e lembrava que andar de skate pode ser perigoso e que era necessária uma qualidade que Rodrigo ainda não tinha: paciência. Mas dizia também que para aproveitar bem o presente, ele deveria usar a fórmula: E = E + E + T + P, que vinha explicada em três bilhetinhos azuis, numerados e que ele deveria abrir um bilhete por dia, a fim de entender o recado.

         O garoto achou estranho, mas adorava a tia, que sempre tinha idéias divertidas, e resolveu entrar na onda.

         Assim, abriu o bilhete número um. Nele estava escrito apenas: EVOLUÇÃO = ESTUDO + E + T + P. E, abaixo, em letras menores: Observe os bons exemplos.

         O que era aquilo? Uma fórmula de matemática? Ele não entendeu.

         - Acho que sua tia está querendo te ensinar a andar de skate disse sua mãe, com uma cara de quem já conhecia o esquema.

         Como assim? Dona Ana disse então que aprender é uma forma de evoluir e que a tia devia estar se referindo a aprender a andar de skate. E que não diria mais nada. O menino ficou mais intrigado ainda. Entendeu a parte da EVOLUÇÃO, mas e ESTUDO? Como assim, estudo? Ele não conhecia sites ou livros sobre como andar de skate... Pensou um pouco e resolveu ir até a pista de skate perto de sua casa, para observar os bons exemplos, conforme dizia o bilhete.

         Chegando lá, tentou novamente andar e... nova queda. Então sentou em cima do skate e ficou observando... Olhou como os garotos faziam com os braços e as pernas para se equilibrar. E assim passou a tarde: observava, estudando os movimentos dos outros skatistas e tentava fazer também. Chegou em casa, à tardinha, exausto, mas satisfeito com seus progressos.

         No dia seguinte, abriu o segundo bilhete. Nele estava escrito: EVOLUÇÃO = ESTUDO + ESFORÇO + T + P. Achou que era o que ele havia feito no dia anterior: estudava os movimentos dos garotos e se esforçava para fazer igual. Assim, ao final do segundo dia, Rodrigo já andava de skate, mas sem a graça e a leveza que tanto admirava nos outros skatistas.

         Ao abrir o terceiro bilhete, o menino leu: EVOLUÇÃO = ESTUDO + ESFORÇO + TRABALHO + PERSEVERANÇA. Quando voltou para casa naquela tarde, percebeu que era verdade o que diziam os bilhetes, pois para realizar seu sonho de participar dos campeonatos de skate seria preciso muito trabalho, durante muito tempo, afinal, as manobras radicais não eram tão fáceis como ele imaginara.

         Naquela noite, havia um e-mail para Rodrigo. Era de sua tia, perguntando se ele havia gostado do presente e se havia aberto os bilhetes na ordem certa. Ela também explicava que, assim como para andar de skate, que é um tipo de aprendizado, para aprender a ter paciência Rodrigo poderia usar a mesma fórmula: EVOLUÇÃO = ESTUDO + ESFORÇO + TRABALHO + PERSEVERANÇA. Ou seja, estudar suas atitudes, entendendo quando e por que fica impaciente, esforçar-se para mudar, trabalhar a paciência, praticando-a todos os dias e não desistir de ser mais calmo e ter paciência quando a situação exigir. Terminava o e-mail prometendo que viria, em breve, ver os progressos do sobrinho skatista.

         Aquele foi um aniversário especial, pois Rodrigo aprendeu a usar a fórmula E = E + E + T + P para se tornar um ótimo skatista e, principalmente, para adquirir outras virtudes importantes ao longo de sua vida.


         História inspirada em artigo de Orson P. Carrara (F=PN+CT+FF) publicado no Seara Espírita de maio/2005.
Claudia Schmidt 





Iniciamos com o Skate, para que todos brincassem:











Depois de todos brincarem e observarem uns aos outros lançamos algumas questões:
É fácil andar de skate?
Para quem observa parece fácil andar de skate?
A maioria concordou que sim...
Mas qual é a diferença ao manusear o skate?
A maioria concordou que a prática é diferente, é mais difícil, porque precisa ter equilíbrio.
Então perguntei quem gostaria de ser um skaitista profissional?
Todos ergueram a mão.
Foi aí que eu disse que iria ensiná-los, então adaptei a história acima em dinâmica e a apliquei.
Começando pela "Fórmula Mágica."


Para quem quer ser um grande skaitista eu tenho a formula mágica.


Distribuímos três envelopes e cada um ia desvendando a formula.
Primeiro:
EVOLUÇÃO = ESFORÇO + E +  T + P


EVOLUÇÃO = ESFORÇO + ESTUDO + TRABALHO + P


EVOLUÇÃO = ESFORÇO + ESTUDO + TRABALHO + PERSEVERANÇA

À medida que íamos ouvindo a história desvendávamos a formula mágica, e falávamos de skate e espírito, parece estranho? Mas não foi a turma correspondeu bem as nossas expectativas, conferimos por suas falas.


Encerramos com a poesia: Evolução




Colocamos o nome de todos no cartaz.


Obrigada Senhor!





Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget

Barrinha

Encontre o que você precisa pelos Tags do meus Marcadores: