Posts Recentes

Sigam-me, os bons!

terça-feira, 11 de junho de 2013

Evangelização - O Barro Desobediente - Neio Lúcio - Chico Xavier - Alvorada Cristã. Personagens em EVA.

                                  




O Barro Desobediente - Instituto André Luiz - All Rights Reserved

.O BARRO DESOBEDIENTE
Neio Lúcio
Francisco Cândido Xavier

"Que será de ti quando te conduzirem ao forno? Não passarás de matéria endurecida e informe, sem qualquer utilidade ou beleza.
Sem sacrifício e sem disciplina, ninguém se eleva aos planos da vida superior!..."
Houve um oleiro que chegou ao pátio de serviço e reparou com alegria um pequeno bloco de barro. Contemplou-o, enlevado, em face da cor viva com que se apresentava e falou:
- Vamos! Farei de ti delicado pote de laboratório. O analista alegrar-se-á com teu concurso valioso.
Imensamente surpreendido, porém, notou que o barro retrucava:
- Oh! Não, não quero! Eu, num laboratório, tolerando precipitações químicas? Por favor, não me toques para semelhante fim!
O oleiro, espantado, considerou:
- Desejo dar-te forma por amor, não por ódio. Sofrerás o calor do forno para que te faças belo e útil ... Entretanto, porque te recusas ao que proponho, transformar-te-ei numa caprichosa ânfora destinada a depósito de perfumes.
- Oh! Nunca! Nunca! ... - exclamou o barro isto não! Estaria exposto ao prazer dos inconscientes. Não estou inclinado a suportar essências, através de peregrinações pelos móveis de luxo.
O dono do serviço meditou muito na desobediência da lama orgulhosa, mas, entendendo que tudo devia fazer por não trair a confiança do Céu, ponderou:
- Bem, converter-te-ei, então, num prato honrado e robusto. Comparecerás à mesa de meu lar. Ficarás conosco e serás companheiro de meus filhinhos.
- Jamais! bradou o barro, na indisciplina isto seria pesada humilhação ... Transportar arroz cozido e aguentar caldos gordurosos na face? Assistir, inerme, às cenas de glutonaria em tua casa? Não, não me submetas! ...
O trabalhador dedicado perdoou-lhe a ofensa e acrescentou:
- Modificaremos o programa ainda uma vez. Serás um vaso amigo, em que a límpida água repouse. Ajudarás aos sedentos que se aproximarem de ti. Muita gente abençoar-te-á a cooperação. Despertarás o contentamento e a gratidão nas criaturas! ...
- Não, não! protestou a argila não quero! Seria condenar-me a tempo indefinido nas cantoneiras poeirentas ou nas salas escuras de pessoas desclassificadas. Por favor, poupa-me! Poupa-me! ...
O oleiro cuidadoso considerou, preocupado:
- Que será de ti quando te conduzirem ao forno? Não passarás de matéria endurecida e informe, sem qualquer utilidade ou beleza. Sem sacrifício e sem disciplina, ninguém se eleva aos planos da vida superior.
O barro, todavia, recusou a advertência, bradando:
- Não aceito sacrifício, nem disciplina ...
Antes que pudesse prosseguir, passou o enfornador arrebanhando a argila pronta, e o barro desobediente foi também conduzido ao forno em brasa.
Decorrido algum tempo, a lama vaidosa foi retirada e ó surpresa! não era pote de laboratório, nem ânfora de perfume, nem prato de refeição, nem vaso para água e, sim, feio pedaço de terra requeimada e morta, sem qualquer significação, sendo imediatamente atirada ao pântano.

Assim acontece a muitas criaturas no mundo. Revoltam-se contra a vontade soberana do Senhor que as convida ao trabalho de aperfeiçoamento, mas, depois de levadas pela experiência ao forno da morte, se transformam em verdadeiros fantasmas de desilusão e sofrimento, necessitando de longo tempo para retornarem às bênção da vida mais nobre.

(Do livro "Antologia da Criança", pelo Espírito Neio Lúcio, Francisco Cândido Xavier)NOTA: O link abaixo contém a relação de livros publicados por Chico Xavier e suas respectivas editoras:http://www.institutoandreluiz.org/chicoxavier_rel_livros.html

Realização:
Instituto André Luiz
http://www.institutoandreluiz.org/
Evangelizando Corações - Instituto André Luiz - Material apropriado para o culto do Evangelho no Lar, Evangelização de Crianças e Jovens, Encontro de Pais e Palestras em geral.
© Instituto André Luiz - 1999 - 2012 / Todos os direitos reservados / All Rigths Reserved
Entidade Brasileira Sem Fins Lucrativos / Brazilian Non-profit Entity
Essencialmente ESPÍRITA.
Imagem: "O Barro Desobediente"
Arte Digital: Lori

Ao repassar/republicar, favor conservar os créditos. | Exclusivamente para uso não-comercial.
By passing on /republish, please keep the credits. | Exclusively for non-commercial use.
Por favor, leia as "Regras de Uso" para o material do site aqui.



Aviso importante:

O texto original foi extraído do site acima, entretanto as alterações de cores e formatos foram com intuito de uma melhor visualização e/ou aplicação para sala de aula. 

Vocabulário:
(é de extrema importância conhecermos e explicarmos os significados das palavras para que amplie a compreensão do texto, principalmente porque sabemos que cada dia que passa a leitura e assim a ampliação vocálica é menor) oleiro:
o.lei.ro 
sm (lat ollariu1 Aquele que trabalha em olaria. 2 Dono de olaria.
Olaria:
o.la.ri.a 
sf (lat olla+aria) Fábrica de louça de barro, manilhas, telhas e tijolos.

barro:
bar.ro 
sm (voc pré-romano1 Terra empregada no fabrico de vasos, vasilhas e louças.2 Argila.
inconscientes:
in.cons.ci.en.te 
adj (in+consciente1 Que não é consciente. 2 Praticado sem consciência. 3Que não tem noção do que faz; irresponsável. s m+f Pessoa que não procede com consciência ou conhecimento claro do que faz. sm Psicol A parte da nossa vida da qual não temos consciência; subconsciente. Var erud: incônscio.
essências:
es.sên.cia 
sf (lat essentia1 Natureza íntima das coisas; aquilo que faz que uma coisa seja o que é, ou que lhe dá a aparência dominante; aquilo que constitui a natureza de um objeto. 2 Existência no que ela tem de mais constitucional. 3 Significação especial. 4 Ideia principal. 5 Distintivo. 6 Líquido muito volátil e sem viscosidade, ou substância aromática que se extrai de certos vegetais; óleo essencial; óleo volátil. Bot Designação comum a cada espécie arbórea. Dir O que é indispensável a um ato ou contrato para lhe dar existência legal. Filos A natureza primeira das coisas que se opõe ao que nelas seja acidental. E. eterna:Deus. E. humana: a humanidade. E. prima: a origem, a causa principal.
lama :
la.ma1
sf (lat lama1 Mistura de terra, ou argila, e água; lodo.
robusto:
ro.bus.to 
adj (lat robustu1 Que manifesta boa saúde e robustez; vigoroso. 2 Valente, duro, potente. 3 Forte, ingente, temeroso. 4 Que resiste à violência; que tem boa construção. 5 Apto para os esforços do pensamento, para as criações intelectuais. 6 Influente, poderoso. 7 Firme, inabalável, rígido. 8 Diz-se de uma nação que manifesta grande vida nas suas instituições, grande amor às suas leis e costumes.
inerme:
i.ner.me 
adj (lat inerme1 Que não está armado. 2 Sem meios de defesa. Bot Sem espinhos ou acúleos. Zool Aplica-se ao órgão ou forma animal desprovida de espinhos ou puas.
 glutonaria:
glu.to.na.ri.a 
sf (lat gluttone) Qualidade ou vício de glutão. Var: glutoneria, glutonia.
Glutão:
glu.tão 
adj+sm (lat gluttone) Que, ou o que come muito e com voracidade. sm ZoolMamífero carnívoro (Gulo gulo), da família dos Mustelídeos, das regiões boreais da Europa e Ásia, relacionado às martas e zibelinas, tendo, porém, constituição pesada e tamanho maior, assemelhando-se a um pequeno urso.

 sedentos:
se.den.to 
adj (sede2+ento11 Que tem sede; sequioso. 2 Que tem grande desejo; ávido.S. de sangue: diz-se da pessoa sanguinária.
argila:
ar.gi.la 
sf (lat argilla1 Barro empregado na cerâmica: silicato hidratado de alumínio com várias impurezas, resultantes da decomposição de outros silicatos. 2 O que se quebra facilmente. A. figulina: a. magraA. gorda: barro próprio para moldagens e cerâmica fina; argila que contém pouca sílica. A. magra: barro próprio para tijolo. A. petrolífera: argila que contém petróleo, proveniente de terrenos petrolíferos. A. plásticaa. gordaA. pura: o mesmo que caulimA. refratária: argila empregada no fabrico de objetos refratários.
pântano:
pân.ta.no 
sm (cast pantano) Porção de terreno, junto às margens dos pequenos e grandes cursos d’água, coberto de vegetação e uma delgada camada de águas paradas; atoleiro, lodaçal, paul.
precipitações: 
pre.ci.pi.ta.ção 
sf (lat praecipitatione1 Ato ou efeito de precipitar ou de se precipitar. 2Qualidade de precipitado. 3 Pressa demasiada no movimento, no procedimento, na ação; açodamento. 4 Rapidez demasiada em se tomar uma decisão; inconsideração, irreflexão. Quím e Fís V precipitado, acepção 2. MeteorProduto da condensação da umidade atmosférica depositado no solo (chuva, neve etc.). Meteor Quantidade de chuva caída.
 bradou:
bra.dar 
(lat vulg *balaterarevtd 1 Dizer em brados ou em alta voz: Da tribuna, bradou que estava contra o governo. No meio da praça bradava às turbas que deporia o presidentevtd e vti 2 Chamar ou pedir em altas vozes: "Chanceler! bradou o monarca" (Alexandre Herculano). O povo bradava por justiça e reparaçãovint 3 Gritar: Em vão, bradava nas trevasvtd 4Divulgar em altas vozes, pregoar: Bradou publicamente mil infâmias do seu antagonistavint 5 Bramir, rugir: Bradam os mares com o furor da tempestade.
desobediência:
de.so.be.di.ên.cia 
sf (desobediente+ência1 Ação de desobedecer. 2 Falta intencional de obediência. 3 Transgressão de uma ordem. 4 Hábito de desobedecer; o oposto de obediência. Sin: inobediência.
http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=bradar
enlevado:


Lições importante para a vida:

- Desejo dar-te forma por amor, não por ódio. Sofrerás o calor do forno para que te faças belo e útil ... 

No planeta Terra ainda sofremos os dores das provas e expiações, mas se procurarmos seguir os ensinamentos de Cristo com amor, entendimento e dedicação chegaremos à beleza e utilidade de espíritos mais evoluídos.


Sem sacrifício e sem disciplina, ninguém se eleva aos planos da vida superior.

Precisamos, estudar, trabalhar, nos esforçar com disciplina e perseverança no caminho do bem para evoluirmos.

Dica Legal:
O Texto pode ser contado com suas palavras;
pode ser lido com entonações de vozes diferentes;
pode ser lido apenas;
pode ser entregue às crianças para que elas leiam e interpretem;
Entretanto, cada uma das opções acima requer o preparo anterior do evangelizador.
E a forma escolhida deve ser aquela que melhor se adéqua à sua faixa etária, por exemplo:
Berçário: Contação de História é mais adequado.
Pré-mocidade: Leitura e interpretação de texto cai bem.

Agora vou compartilhar o recurso visual utilizado para esta história confeccionado em EVA:


O Barro Desobediente


O Pote de Laboratório.


A Ânfora de Perfume.


O Prato.


O Vaso para Água.


O EVA é um material de fácil acesso e uso, entretanto é frágil, com a opção do palito o manuseio feito pela criança não fica tão comprometido.


Espero que gostem das sugestões.
Obrigada Senhor!
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget

Barrinha

Encontre o que você precisa pelos Tags do meus Marcadores: