Posts Recentes

Sigam-me, os bons!

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Projeto: Culturas Brasileiras - Cultura Indígena

           O Projeto Culturas Brasileiras nasceu dentro do Emei Jean Piaget apartir da necessidade de trabalharmos as diversas manifestações culturais existentes no Brasil independente de datas comemorativas, para tanto iniciamos timidamente com uma pequena parcela da produção cultural indígena que vem sendo valorizada e resgatada dia após dia. 
             Este projeto iniciou-se com o GIB (crianças entre 1 e 2 anos de idade), na unidade de Educação Infantl Emei Jean Piaget de Uberlândia-M.G.



                       O pote de barro em baixo relevo foi usado para aguçar a curiosidade das crianças que puderam passar as mãozinhas e queriam abrir para ver o que tinha dentro.
                        Com algumas perguntas também no intuito de provocar o interesse das crianças, disse a elas que aquele pote fazia parte da cultura indígena e que iria lhes contar uma lenda.

                                                         O Pote e o Amuleto

                         Quando criança sempre escutei histórias de povos que moravam no meio da mata e que viviam pelados, e lá eles comiam do que plantavam, do que caçavam, do que pescavam e do que colhiam da mata, as histórias que ouviam eram fascinantes. Aos poucos fui crescendo e descobrindo muitas outras coisas tão fascinantes quanto as que imaginava ser verdadeiras.

                          Nas aldeias construídas apartir do que a natureza doava aos índios cada um possuía uma função definida. As mulheres entre muitas coisas plantavam, colhiam e preparavam os alimetos e ainda buscavam barro de cores variadas e faziam potes de barro. Os homens por sua vez faziam inumeras atividades como caça, pesca, planejamento e execução de guerras. Mas duas coisas eram feito por todos eles, cuidar para qe as crianças aprendessem, valorizassem e assim perpetuassem seus conhecimentos ancestrais e o artesanato.
                          Numa manhã ensolarada depois de ter buscado bastante barro a mamãe índia chamada Potira começou a fazer um grande pote, esse seria um pote muito especial pois seria o primeiro pote de barro do seu filho Rudá um indiozinho de apenas dois anos de idade. O papai índio chamado Piatã também preparava algo specal para o pequeno Rudá, um amuleto para dar-lhe proteção, confeccionado apartir de sementes extraídas da natureza. A tardezinha antes do por do sol, o pequeno indio Rudá receberia seu pote contendo um amuleto que seria usado por ele constantemente até que fosse substituído por outro.




                              Depois da história contada as crianças foram encaminhadas para o mural onde puderam visualizar imagens diferentes de diversas tribos indígenas.





                              Na sequência as crianças fizeram uma colagem de papéis coloridos préviamente recortados em papel pardo no formato próximo ao do pote.  

                            Finalizamos esta atividade com a música do indiozinho.

Este projeto só foi possível graças à parceria de uma equipe de trabalho da Emei Jean Piaget.


Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget

Barrinha

Encontre o que você precisa pelos Tags do meus Marcadores: